Dizem que nosso cérebro é o computador mais moderno que existe. Mas seria ótimo se pudéssemos utilizá-lo como um computador real e acessar qualquer informação na hora de uma prova.

Por enquanto isso não é possível, e muitas vezes o que acontece na hora da prova é  esquecermos o conteúdo estudado, o que prejudica nosso desempenho.

Mas nem tudo está perdido, já que o nosso computador moderno falha de vez em quando, podemos chegar perto da realidade usando técnicas de memorização para concursos.

Com algumas mudanças de hábito na rotina do estudo e utilizando conceitos simples de memorização, é possível acelerar muito o aprendizado.

Muitos candidatos não se organizam da maneira correta, e não conseguem estudar todo o conteúdo. E poucos fazem uso de mapa mental (que vamos explicar mais abaixo), bem como não utilizam nenhuma técnica de memorização para concursos.

A organização para os estudos é fundamental para o sucesso nos concursos, já o mapa mental ajuda muito na memorização, pois ele faz uma conexão entre a mente e o conteúdo escrito no mapa. 

Memorizar bem o conteúdo aumenta as chances de aprovação.

Nas próximas linhas, vamos dar algumas dicas de memorização para ajudá-lo a não ter o famoso apagão na hora da prova.

Técnicas de memorização para concurso

técnicas de memorização para concurso

Para acelerar o seu aprendizado, você precisa mudar alguns hábitos no seu estudo, bem como usar técnicas de memorização para concurso.

Confira algumas dicas de estímulo para memória:

  • Se você faz curso preparatório deve ser curioso e não ficar com dúvidas, aborde o professor e faça perguntas. Não leve dúvidas para casa.
  • Reler todo o conteúdo que foi dado na sala de aula ajuda a memorizar e reforçar o aprendizado.
  • Ler e reler são estratégias importantes para memorizar. Ler tem uma ação superficial que prepara a memória, e a releitura dá inicio à fixação do conteúdo.
  • A concentração é fundamental para melhorar o desempenho nos estudos, é uma função da mente que precisa ser estimulada. Quanto mais estimulo, como sentar-se na primeira fileira para prestar mais atenção, maior a concentração.
  • O cansaço é inimigo da memorização, melhor do que travar uma batalha contra o sono, é repousar. Quando corpo e mente estão descansados, o resultado é sempre melhor. Mas se quiser lutar contra o sono, a dica é ler de pé.
  • Dormir bem ajuda a consolidar o que foi visto durante o dia, o correto é que o candidato durma pelo menos 8 horas a noite. A alimentação é também um fator importante, deixar de fazer uma refeição reduz o metabolismo e a concentração é perdida.
  • Não marque o texto na primeira leitura, o ideal é ler todo o trecho do texto, entender o conteúdo e em seguida marcar ou fazer anotações.
  • Fichamentos e resumos são argumentos poderosos para memorização. O estudante deve prestar atenção, fazer a confirmação e após explicar o conteúdo para si próprio escrever. O processo deve ser “aula-mente-papel”.
  • O candidato deve fazer muitos simulados. Testes e simulados criam memória prolongada. Ao fazer e refazer exercícios, o candidato cria memória de longa duração. Isso dá segurança na hora de encarar a prova.

Conhecendo um mapa mental

como fazer mapa mental concurso

O mapa mental, criado pelo psicólogo Tony Buzan, pode ser usado por qualquer pessoa em situação ou objetivo familiar, pessoal, educativo e empresarial. Ele também pode ser usado como técnica de estudo e planejamento para concursos. Mas ele ainda não é usado pela maioria dos estudantes.

Um mapa mental é um desenho com um assunto principal no centro e com ramificações de informações relacionadas ao assunto.

>> Conheça outras 3 técnicas de memorização para concursos para turbinar a memoria.

O mapa mental funciona como uma ligação entre o mapa e o cérebro, onde uma parte do assunto está no papel e a outra no cérebro.

Ao olhar o assunto no mapa, ele dispara uma chave que vai acionar a base de dados da sua mente, e assim você acessa seu conhecimento visualmente.

Antes de criar um mapa mental, você deve separa e grifar as partes mais importantes de um texto, identificando palavras chaves pela categoria de informações, depois coloque no centro da folha o tema principal que será trabalhado.

Agora que você já sabe como fazer um mapa mental, você pode criá-lo a mão ou instalar um programa e fazê-lo no computador, aqui está um link onde você pode baixar um programa que faz mapa mentalr.

freemind

Tem também mapas mentais online como este aqui:

examtime

Outras dicas de memorização para concursos

  • Organização

O sonho de todo candidato é conseguir estudar grande parte do conteúdo programático do edital, e consequentemente chegar bem preparado para realizar a prova.

Para conseguir estudar o máximo de conteúdo, em primeiro lugar você precisar se organizar.

Analise o edital  separando as matérias que você precisa se aprofundar mais das que precisa apenas de uma revisão, isto já é um bom começo.

Feito isso, otimize o seu tempo dividindo os assuntos a serem estudados por dia e hora, além de reservar um tempo para fazer a revisão.

  • Aprenda

Não adianta nada você fazer uma agenda bem elaborada do vai estudar, e apenas ler o conteúdo. Não passe apenas os olhos nas páginas da sua apostila ou livro, procure entender o que está lendo e aprender.

Muitos estudantes cometem esse erro. Mas lembre-se, estudar exige tempo, dedicação e muita concentração. Apenas bater os olhos no conteúdo não vai ajudar muito.

Para otimizar os seus estudos, procure fazer anotações do que você está estudando. Por exemplo, você terminou de ler um parágrafo escreva algumas palavras chaves sobre ele ou faça um resumo do que acabou de ler, ou ainda você pode debater consigo mesmo o que acabou de estudar (acredite, essa é uma ótima técnica para realmente entender o que acabou de ser lido).

  • Repita

Repetir até armazenar o conceito é outra opção. Quando falo em repetir é no sentido de resolver provas, exercícios e simulados do conteúdo estudado, e não ficar repetindo a mesma frase 10 vezes até decorar. Resolvendo provas e simulados você estará memorizando o que já estudou.

Para quem tem dificuldade em memorizar fórmulas, uma dica dada por Renato Alves, um dos principais especialistas em memorização do país, é fazer um cálculo que utilize essa fórmula a cada cinco horas durante quatro dias.

Compreender o conceito e a lógica por trás daquilo que foi estudado é um começo ideal para uma boa memorização. Tentar decorar macetes ou conceitos não vai adiantar se você não entender como é o funcionamento da coisa.

  • Cuide de seu corpo

É muito comum ouvirmos alguns candidatos se queixarem que “deu um branco na hora da prova”. Segundo especialistas, esse branco pode ser um sinal de que algo não está bem no organismo.

Passar em um concurso público requer muita dedicação e disciplina, mas o estudante não pode esquecer de cuidar da saúde e de sua vida social.

Dormir bem, ter uma boa alimentação e ter um tempo para relaxar é imprescindível para obter o sucesso em um concurso. Siga a sua agenda de estudos, mas não se esqueça de decretar um tempo para você.

Você viu que pode usar técnicas de memorização para concursos para fixar na memória o conteúdo estudado, e que também é preciso se organizar e otimizar os estudos.

Essas foram algumas dicas para estudar para estudar para concursos, mas para ter um bom desempenho, não basta apenas sentar e estudar por horas, usar alguma técnica ou ferramenta que auxilie nos estudos é sempre bem vinda. Espero que você tire proveito das informações aqui passadas. Bons estudos e sucesso nos concursos.

Cursos Extensivos Estratégia Concursos